quinta-feira, 15 de março de 2012

// //

Em noite de chuva, a Muvuca chegou de mala e cumbuca no Iesam para discutir a comunicação verde


Nossos muvuqueiros atentos à discussão sobre Comunicação Verde (Foto: Antonio Macêdo)
Mais de duzentas pessoas lotaram o auditório do Instituto de Ensino Superior da Amazônia (Iesam), para a 3ª Muvuquinha, e curtiram um papo descontraído sobre a imagem da Amazônia no mundo e o papel do comunicólogo local na sociedade. Se você não pôde conferir de perto, acompanha como foi a Muvuquinha Iesam.



Jax Nildo (Iesam) abriu a Muvuquinha.
(Foto: Antonio Macêdo)
Dando as boas vindas, o professor Jax Nildo, do Iesam, começou falando de suas experiências na Pastoral da Terra. E afirmou que a Amazônia ainda é vista de forma homogênea e sem desenvolvimento pelas mídias de massa. Com o foco na publicidade, Carolina Venturini, professora da UFPA, falou do aumento na produção de propagandas verdes, que cresceram 10% em dez anos, e questionou a sustentabilidade das empresas que praticam essa propaganda. 

Trazendo a discussão para o jornalismo, Peri Dias, da ONG The Nature Conservancy, afirmou acreditar que existe um consenso sobre a má qualidade de conteúdos sobre Amazônia nas mídias ditas dominantes. E que os comunicólogos de modo geral devem se informar ao máximo, não apenas pelas mídias tradicionais, mas pelas mídias alternativas, comunitárias e blogs.

Karina Menezes (mediadora), Jax Nildo (Iesam), Carolina Venturini (UFPA) e Peri Dias (ONG TNC).
(Foto: Antonio Macêdo)
“Toda vez que vocês forem fazer um texto, uma propaganda ou um projeto, vocês tem que pensar na essência da sustentabilidade”, afirmou Peri, e o profº Jax complementou enfatizando a importância de despertar uma nova percepção de Amazônia nos comunicólogos. Para finalizar, Carolina afirmou que não podemos nos preocupar apenas com o que nós passamos, mas com o que nós somos. 
Muvuqueiro participa da discussão. (Foto: Antonio Macêdo)

Muvuqueiro de verdade não fica calado, então rolaram várias perguntas aos nossos convidados. Uma delas foi como o consumidor deve escapar da armadilha da sustentabilidade. “O consumidor tem que ser sustentável, olhar a embalagem, ver o que ele está fazendo pra ser sustentável”, disse a professora da UFPA.

Outra questão levantada foi o papel da Academia nesse contexto amazônico? “A pesquisa é fundamental”, afirmou o prof° Jax, e que a graduação é o espaço para se conhecer a Amazônia. E para finalizar, Peri acrescentou que é necessário os estudantes exigirem que as faculdades apresentem temas ambientais.

Perdeu a Muvuquinha do Iesam? Calma. Depois de duas seguidas, a gente dá uma folga e volta no dia 28, com a Muvuquinha Cesupa. Quem gosta de marketing, pode se preparar.

Texto: Lorena Saraiva


4 muvucadas sobre isso

  1. Anônimo disse... 15 de março de 2012 23:03

    Da mediação à participação dos muvuqueiros, a Muvuquinha Iesam foi show de bola.

  2. Zek Nascimento disse... 16 de março de 2012 00:00

    Pô, dá pra ver que eu perdi mais uma ótima muvuquinha. :(

  3. Felipe Jailson disse... 16 de março de 2012 00:38

    Eu também perdi Zek, uma pena. Ainda bem que teremos outras em breve.

  4. Rafael Sarmanho disse... 17 de março de 2012 22:47

    Não percam as próximas #FicaDica! :D

Postar um comentário